05/01/2018

[Resenha] The Man in the Black Suit – Sylvain Reynard

Oiiii Meus amores do coração!

FELIZ ANO NOVO! 🎆🥂🍾

Agora PARA TUDO! Olha que forma maravilhosa de começar as postagens de 2018, com a resenha do ultimo livro do meu mais amado autor da vida, Sylvain Reynard. Imaginem a felicidade da pessoa aqui quando recebi essa lindeza da publicista do SR, Nina Bocci. Pulei e gritei de alegria e, claro que não li, devorei essa lindeza. 💘 (a blogueira não sabe fazer um suspense, né?! 🤦‍♀️)

Foi um presente de natal maravilhoso e eu queria muito ter resenhado ele assim que terminei de ler (o que foi em algumas horas….), mas minha vida deu um nó e só agora que comecei a desatar ele.

Então vamos lá conhecer mais esse queridinho da vida, ainda mais por ele ser um presente para nós, fãs brasileiras do SR. Vocês sabiam disso? Como se ele já não fosse um fofo com os fãs, ainda faz isso com a gente. Meu coração não aguenta de tanto amor. 😍

Sigam-me os que querem viajar pelo mundo com as palavras do SR! ✈️ (…e comer pão de queijo com ele. 🙋‍♀️)

The man in the black suit Sylvain Reynard

Preciso dizer que acho essa capa MARAVILHOSA?

Descrição *tradução livre
A brasileira Acacia Santos se destaca em seu trabalho como concierge no prestigiado Hotel Victoire em Paris. Quando seu colega sênior é atacado e enviado ao hospital, ela é encarregada de servir um dos hóspedes mais misteriosos e atraentes do hotel.

Nicholas Cassirer chega ao hotel sob um nome fictício a cada três meses. Normalmente, ele permanece na suíte da cobertura com uma bela companheira, mas nesta ocasião, ele chega sozinho e está descontente em ter que lidar com alguém novo. Um jogo de inteligência começa quando ele testa a experiência de Acacia com uma série de demandas quase impossíveis. Sua inteligência e criatividade batem com os desafios, ganhando seu respeito.

Eles entram em acordo até Acacia descobrir uma famosa pintura roubada em sua suíte. Sentindo-se obrigada a denunciar sua descoberta, ela contata com um ex-namorado que trabalha para a elite BRB, uma unidade de aplicação da lei francesa que lida com arte roubada.

Nicholas é questionado pela polícia e liberado quando se descobre que a pintura é uma reprodução. Irritado com seu comportamento, o supervisor de Acacia a rebaixa, ameaçando demiti-la e com isso o cancelamento de sua autorização de trabalho.

Mas Acacia já atraiu a atenção de Nicholas. Sentindo remorso pela possível perda do emprego de Acacia por sua causa, ele a oferece uma escolha – ela pode esperar até que seu supervisor a demita, ou ela pode deixar a cidade das luzes para trás e se tornar sua assistente pessoal.

Acacia inicialmente recusa sua oferta, mas Nicholas é persistente. Ele se revela um homem que adquire em silêncio arte roubada para restaurá-la aos seus legítimos donos. Diante de dívidas familiares crescentes e a possibilidade de demissão e deportação, ela concorda em trabalhar para ele.

Nicholas abre um novo mundo de beleza e intriga para Acacia enquanto viajam pelo mundo. Logo, a linha tênue entre empregado e assistente é borrada, e as duas pessoas solitárias embarcam em um relacionamento apaixonado.
 
Segredos e perigos aparecem quando Nicholas e Acacia tentam resolver o mistério de uma peça de arte roubada. Mas Acacia pode revelar-se o mistério mais perigoso de todos.

Amores, quando eu disse lá em cima que The Man in the Black Suit (que em tradução livre seria “O Homem de Terno Preto” que ainda não tem data de lançamento no Brasil #todosChoram) é um presente para nós, fãs brasileiras, é porque a Acacia, nossa heroína, é brasileira. 🇧🇷 Acreditam? Imaginem como me senti lendo um livro escrito pelo autor que eu mais amo e que foi escrito em homenagem a gente? 🤩

Amo eterno define! Vocês também se sentirão assim quando lerem. tenho certeza. SR além de ser um autor super atencioso com os fãs de todas as nacionalidades, aprendeu português (coisa que eu já falei em algum post aqui no blog) e ainda ensaia algumas frases no twitter. Amo cada vez mais!

Mas vou deixar de tietar o SR pra falar do livro em si. Bem, Acacia é uma brasileira que mora em Paris e trabalha no lindo hotel Victoire. Ela mora lá desde a faculdade, tendo ido como estudante e não voltado mais para o Brasil. (quem não queria o mesmo? #somosTodasAcacia)

The man in the black suit Sylvain Reynard

Bem, Acacia leva uma vida tranquila e solitária, meio que se escondendo atrás do uniforme de concierge. Até que seu colega de trabalho, o concierge sênior, sofre um atentado e ela é obrigada a substituí-lo. Tudo estaria bem até a chegada de Nicholas (e a mulherada vai ao delírio! Quer dizer, eu delirei…). Ele é um homem lindo (mesmo com a cicatriz que tem no rosto), imponente e considerado um hóspede muito importante no hotel.

“Se alguém me odeia e eu respondo com ódio, tudo que fiz foi reforçar seu ódio. Se eu respondo com gentileza, mudei a conversa. Talvez do lado recebedor da gentileza, a pessoa que me odeia, verá um caminho melhor, pacifico.”

Nicholas não fica nem um pouco feliz ao encontrar Acacia substituindo o concierge sênior e acaba colocando ela a prova. Infelizmente tudo muda quando Acacia encontra Nicholas analisando uma pintura que se parece muito com uma obra de arte que foi roubada.

“Sinto muito pelo mundo ser tão sombrio a ponto da humanidade de alguns causar choque e surpresa.”

Fazendo o que é certo, Acacia liga para seu ex-namorado que trabalha em uma espécie de polícia francesa especial que cuida de obras de arte roubadas. E é aí que os verdadeiros problemas de nossa heroína começam, pois vamos descobrir que tudo está conectado a um grande esquema de roubo e venda de obras de arte internacional. Assim, Acacia acaba se envolvendo nos mistérios que cercam a vida de Nicholas. Logo ela, que é a rainha dos mistérios e segredos do passado.

“Você é de Portugal, mademoiselle?”

“Brasil.”

Amores, aqui vamos inicialmente conhecer Paris pelas palavras do SR o que por si só já é lindo. Depois vamos viajar ainda mais com nossos heróis e nos apaixonarmos por lugares lindos que eu sonho muito em conhecer. Vamos até nos hospedar no Burj Al Arab, o único hotel 7 estrelas do mundo.

  • Hotel Victorie, em Paris, onde nossa heroína trabalha como concierge.

Nossos persoagens são apaixonantes e fortes. Acacia é uma mulher honrada e determinada a tal ponto que as vezes eu queria bater nela. Em algumas situações ela é tão difícil que dá raiva, mas é isso que a torna tão especial e tão brasileira. Amei demais.

É apenas a escuridão. Tudo fica pior a noite. Amanhã o sol sairá e você se sentirá melhor.

Já Nicholas tem um senso de responsabilidade que toca a gente. Ele toma para si os problemas de Acacia mesmo antes deles se envolverem emocionalmente. Como resistir a um homem desses? Não sou forte o suficiente para isso, então claro que me apaixonei perdidamente por ele.

“Surpreenderia você se eu dissesse que não me lembro da ultima vez que alguém se negou algo em meu benefício?”

Nicholas leva uma dor muito grande dentro de si e é mais do que apaixonante ver como ele lida com isso. Tocam fundo na gente suas ações e suas palavras, ele é mais um mocinho perfeito em todas as suas imperfeições. A cada pagina meu coração batia mais forte e a cada mistério revelado eu ia me perdendo para a história.

“Seu amor é um presente. Prometo nunca tomá-lo como garantido.

The man in the black suit Sylvain Reynard

Sim, o livro ainda veio com um autógrafo dele… “Obrigado pela leitura, SR”. Assim a blogueira pira!

O romance entre eles começa de forma muito singela, quase despretensiosa, mas as cenas são intensas e deliciosas de serem lidas. Toda a delicadeza de Nicholas em assegurar que Acacia não é só mais uma mulher na vida dele, mas que ela é especial fez meu coração bater mais forte. Sempre que eles estão juntos é lindo de viver.

“Não tenho as palavras, Acacia. Mas tenho ações.”

Ao final, SR nos presenteou mais uma vez com um livro tão lindo, tão apaixonante que é até difícil pra mim explicar o quanto me encantei por ele. Além de já ser sugestionada a amar tudo que o SR escreve, aqui ainda temos a empolgação da homenagem as fãs brasileiras e os cenários incríveis e apaixonantes que visitamos pelas palavras do autor, então terminei o livro com só um pesamento: “Todo mundo tem que ler esse livro maravilhoso!”.

Nicholas a tocou como se ela fosse preciosa, como se ele mal conseguisse aguentar se ela fosse fisicamente retirada dele.

The Man in the Black Suit é um romance maravilhoso do nosso amado Sylvain Reynard. Recebemos essa lindeza como cortesia e a blogueira aqui surtou de felicidade, muito obrigada SR, seu lindo.

The man in the black suit Sylvain Reynard

Ah, sabiam que o SR está escrevendo mais um livro sobre o Gabriel? Tem como não amar muito esse serumaninho? Impossível! Já estou em cólicas para ler mais esse livro, assim como sempre estou ávida para ler tudo que ele escreve. I ❤️ SR ao infinito e além.

The Man in the Black Suit

Sylvain Reynard

Argyle Press (ainda sem publicação no Brasil)

Classificação: ★★★★★(5/5)  #Queridinho

 

Meus amores, pra quem lê em inglês, tem esse livro lindo da vida a venda na Amazon e vale MUITO a pena a leitura!

E quem aí também fica em cólicas para ler tudo que esse lindo do SR publica? Conta aqui nos comentários, vamos dividir esse amor.
Bjos 1000!
Jaque

Jaque

Carioca, casada e apaixonada por livros. Lê de tudo, mas prefere romances.Totalmente Disney Freak, ama tudo que a Disney produz. O apertamento onde mora quase não comporta o tamanho do amor pelos livros (agora compra mais e-books), até porque, metade de mim ama ler e a outra metade está ali com um livro na mão.

"...as lost as Alice as mad as the Hatter"
Jaque

6 Comentários

  1. Jucilaine Mota Santos says:

    Bom dia Jaque, ver um livro do SR já deixa todo mundo emocionado, mas com o coração apertado, será que dessa vez terá publicação aqui no Brasil? se não a Ju aqui chora,…

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiiii Jucilaine, minha flor!
      Estamos na expectativa de alguma editora publicar por aqui, meu coração também está super apertado esperando. Vamos torcer!
      Bjos 1000!

    • Jaque
      Jaque says:

      EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE! Felicidade me define em saber que você vai ler essa lindeza, Ludmila!
      Volta e me conta o quanto você amou, tá?
      Bjos 1000!

  2. GISELE ANTONIO says:

    Amei a sua resenha. A sua escrita é maravilhosa. Estou querendo me aventurar nesse mundo de resenha e minha inspiração está sendo seu blog. Parabéns e felicidades!!!

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Gisele!
      Muito obrigada mesmo pelo carinho! Fico mega feliz em saber que você gosta das resenhas, escrevo com muito carinho. Super torço para que você comece a escrever sim e espero que você me mande o link das suas resenhas.
      Obrigada.
      Bjos 1000!

Deixe um Comentário