21/07/2017

[Resenha] O Último Adeus – Abbi Glines

Oiii Minhas Pessoas mais lindas!

Dá pra acreditar que chegamos ao livro 12 da série Rosemary Beach? Chega a dar uma dorzinha no coração quando penso que esse é o penúltimo livro, mas as coisas boas não podem durar pra sempre, não é?

Bom, aqui em O Último Adeus vamos conhecer mais a fundo um personagem que nos foi apresentado ainda lá no livro 3, se não me falha a memória. E olha que nos últimos livros da série eu peguei uma implicância com ele… provavelmente vocês também pegaram né?

Então, vamos falar mal do Capitão antes de cair de amores por ele, porque se você ainda não se apaixonou por ele, vai se apaixonar aqui.

Quem topa pegar uma praia em Rosemary Beach?

o ultimo adeus Abbi Glines

Descrição
River Kipling, mais conhecido como Capitão, está em Rosemary Beach para montar um restaurante de luxo para seu patrão. Dono de um passado sórdido e de um presente misterioso, ele não vê a hora de concluir o trabalho e ir embora da cidade para realizar seu sonho: abrir um negócio próprio à beira-mar num lugar onde ninguém tenha ouvido falar dele.

Mas, quando Capitão conhece Rose Henderson, sua ânsia de partir de repente fica em segundo plano. Há algo na risada dela que é familiar demais, e o modo como ela olha para ele o faz lembrar de alguém importante que perdeu há muito tempo. No entanto, a única coisa que Rose revela é que é uma mãe solteira que trabalha duro para sustentar a filha.

Enquanto tenta desvendar os segredos da linda ruiva de óculos engraçadinhos e curvas estonteantes e entender por que ela mexe tanto com seus sentimentos, Capitão precisa fugir da marcação cerrada de Elle, a ex-namorada que não mede esforços para afastá-lo de Rose. Ao mesmo tempo, tem que encarar os fantasmas de seu passado para se tornar um homem melhor e construir um futuro do qual possa se orgulhar.

Nesta sequência da série Rosemary Beach, Abbi Glines mais uma vez escreve uma narrativa ardente e emocionante. Com personagens verossímeis e heróis imperfeitos, O último adeus fala sobre o inesgotável poder de transformação do amor.

Pessoa linda que está lendo, se você caiu de paraquedas aqui no blog e não entendeu quando eu disse que O Último Adeus é o livro 12 de uma das séries mais amadas da blogueira aqui, não se preocupe. Clicando AQUI você encontra uma descrição sobre todos os livros da série e a ordem de leitura. Tem também link para as resenhas, tudo explicadinho bonitinho. Mas se você já é fã dessa lindeza que é Rosemary Beach, vamos estender a canga na areia e pegar um bronze.

Como eu disse lá em cima, essa é a história do Capitão, irmão de Blair Finlay, então, quem acompanha a série viu que no livro 11 o Capitão deu dor de cabeça para o casal protagonista. Ele vivia tentando interferir no relacionamento de Mase e Reese. Por isso peguei uma implicância horrível com ele. Eu amo Reese e Mase, então, nada mais natural do que detestar quem tentava separa-los.

o ultimo adeus Abbi Glines

Fala sério, que capa mais maravilhosa é essa?

Mesmo no final (⚠️ olha o spoiler sobre os livros anteriores, minha gente! ⚠️) ficando tudo bem e tals, eu ainda achava que o Capitão teria ficado com Reese se ela tivesse dado uma chance a ele. Ou seja, fiquei irritada com ele de qualquer forma.

Aquele garoto, com aquela vida, não sabia o que era sentir fome. Eu sabia. Também sabia que o que é bom dura pouco. Você tinha que aproveitar enquanto pudesse.

Tanto que quando comecei a ler O Último Adeus foi pensando assim: “Umpf, vamos ver o que esse intrometido vai aprontar agora…” 😒. E foi aí que bati de cara com um poste! Quer dizer, figurativamente, já que eu estava sentada no sofá, mas senti como se tivesse mesmo dado de cara com alguma coisa, só pra pagar minha língua.

Eu me virei para olhar para ela e soube naquele momento, sem dúvida alguma, que ela era tudo para mim. Ela era o meu lar.

Amores, comecei a ler e quando percebi, já estava na metade do livro, envolvida em um dos temas que eu mais amo ler na vida, o amor que nasce na infância (amo tanto que tem uma #tag aqui no blog para esse tema). Como a diva Abbi Glines faz isso comigo sem me avisar? Fui consumida pelo livro e só consegui desapegar no final mesmo. Li em menos de um dia.

Nem vou falar muito mais da história pra não estragar a surpresa de vocês, mas o amor aqui é de tirar o fôlego. Vamos sendo envolvidos pelos sofrimentos compartilhados entre os dois protagonistas e doeu fundo em mim imaginar tudo que o Capitão passou. E foi aí que perdi meu coração para mais um personagem de Rosemary Beach.

– Não sou o mesmo. Estou mais sombrio, Addy. Fiz coisas que me destruíram. O garoto que venerava você e a tratava com cuidado se foi. Eu não o conheço mais. Eu não sou ele. Eu sou… intenso.

E como acontece frequentemente nessa série, a mocinha também me encantou profundamente. Consegui me por no lugar dela e entender e amar cada decisão que ela tomou. Nossa, meu coração palpitava de amor por eles dois e a cada página era como se eu tivesse ao lado deles ali tentando ajudar.

– Não quero mais ninguém. Eu disse pra você ontem a noite, sempre foi o seu rosto. Toda maldita vez. Nunca consegui amar ninguém além de você.

Foi uma leitura muito intensa e incrivelmente tocante. O amor que ultrapassa o tempo realmente faz os românticos de plantão (eu! 🙋) cair de amores a cada capitulo. É impossível largar o livro e, ao final, terminamos com o coração cheio de amor pela história.

o ultimo adeus Abbi Glines

O Último Adeus é o livro 12, e penúltimo livro, da série queridinha Rosemary Beach, da linda autora Abbi Glines. Uma das raras séries em que eu AMO todos os livros, sem tirar nem por. Essa é daquelas séries que a gente nem precisa indicar, ela é tao maravilhosa que se indica sozinha. E essa capa da edição da editora Arqueiro, que esta uma lindeza só, completa a perfeição desse livro.

O Último Adeus

Rosemary Beach, livro 12

Abbi Glines

Editora Arqueiro

Classificação: ★★★★★ (5)

Amores, tem esse livro lindo da vida a venda aqui:

Livraria da Travessa  Livraria Cultura Livraria da Folha

 

Poxa, como é bom ler um livro que toca em um tema que a gente ama, não é? Foi isso que aconteceu comigo aqui. E vocês, também amam as histórias de amor que vencem o tempo? Contem pra mim, amo falar com vocês.

“Se você conhecesse o Tempo tão bem quanto eu conheço”, o Chapeleiro falou, “não falaria em gastá-lo como se fosse uma coisa. Ele é uma pessoa.”

– Alice Através do Espelho

Bjos 1000!

Jaque

Jaque

Carioca, casada e apaixonada por livros. Lê de tudo, mas prefere romances.Totalmente Disney Freak, ama tudo que a Disney produz. O apertamento onde mora quase não comporta o tamanho do amor pelos livros (agora compra mais e-books), até porque, metade de mim ama ler e a outra metade está ali com um livro na mão.

"...as lost as Alice as mad as the Hatter"
Jaque

2 Comentários

  1. Rafaela Gallassini says:

    Oi Jaque…
    Chorando em bicas que está chegando ao fim…estou naquele
    dilema, ao mesmo tempo que quero ler.. não quero…sabe??
    #situaçãodifícil kkkk
    mas, vamos lá!! Vida que segue né…kkkkk

    bjos do sul..
    Rafaela

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Rafaela, minha lindinha!
      Sei exatamente como é! Também estou na sofrência… A série tem 13 livros, mais um novel, mas a gente ainda sofre nos últimos livros. Somos sem vergonha! rsrsrs

      Bjos 1000! (aqui não é o Sul, mas esta friozinho….)

Deixe um Comentário