18/11/2016

[Resenha] Um Amor Para Lady Johanna – Julie Garwood

Oiii Minhas pessoas mais lindas!

Acho que novembro está sendo o mês do romance de época aqui no blog…“acho”, porque só agora que reparei que só deu esse tema por aqui. E hoje, vamos confabular sobre mais um romance de época. Dãaaaa! #blogueiraRomantiquinha

Sabem que Um Amor Para Lady Johanna tem um “plus a mais” (sim, o pleonasmo foi intencional) que fez toda a diferença durante a leitura? Legal né? É tão bom quando a história nos surpreende. Vem que eu conto qual é.

Sigam-me os romantiquinhos!

um-amor-para-lady-johanna-pt-3

Achei essa capa uma fofura.

Descrição
Uma jovem viúva. Um guerreiro escocês fascinante. Duas vidas transformadas pelo amor e por uma paixão avassaladora.Quando Lady Johanna soube que estava viúva, ela prometeu que jamais se casaria novamente. Com apenas dezesseis anos, ela já possuía uma força de vontade que impressionava a todos que enxergavam além de sua beleza avassaladora. Contudo, quando o Rei John ordenou que ela se casasse outra vez – e selecionou um noivo para ela – pareceu que a moça deveria se conformar com esse destino. Seu irmão, no entanto, sugere ao Rei um novo pretendente: o belo guerreiro escocês Gabriel MacBain.

No início, Johanna estava tímida, mas, conforme Gabriel revelou com ternura os prazeres magníficos a serem compartilhados, ela começou a suspeitar que estava se apaixonando por seu novo e rude marido. Logo ficou claro para todo o clã das Terras Altas, portanto, que o ríspido e galante lorde rendera completamente seu coração. Porém, a iminência de uma intriga da realeza ameaça separar o casal e destruir o homem que ensinou a Johanna o significado do verdadeiro amor, que a transportou além de seus sonhos mais selvagens.

Sabem que eu meio que caí de paraquedas aqui? Isso tem acontecido muito ultimamente. 🤔 Comprei esse livro sem me ligar (mais uma vez) na sinopse. Vi que era um romance de época, que tinha um herói bruto e uma mocinha jovem e só. Não preciso de muito convencimento para sair comprando livros de época, diga-se de passagem.

Assim que comecei a ler percebi que esse romance tinha o tal “plus a mais” que eu falei lá em cima. #blogueiraPalhacita A história aqui se passa no século XIII, e  estou mais acostumada a ler livros que se passam, normalmente, na Londres do século XIX. Claro que achei essa diferença o máximo! Fiquei logo me perguntando como seria um amor que se passa em tempos tão distantes. Acredito que esse seja o primeiro romance desse tipo que vem parar na minha mão.

Lady Johanna casou-se muito nova, muito nova mesmo, e comeu o pão que o diabo amassou com seu primeiro marido. Então, quando ele morreu, ela jurou que nunca se casaria novamente. Só que, infelizmente, os tempos eram muito difíceis para uma jovem viúva permanecer em Londres sem a proteção de um homem. Ainda mais porque Johanna sabe de alguma coisa que põe em risco o reinado do rei da Inglaterra.

MacBain ultrapassava a seus soldados. Era um homem gigantesco, de aspecto e temperamento ferozes, cabelo castanho e olhos cinza.

Sendo assim, seu irmão arquitetou um plano para que ela fique segura. E esse plano consiste em casa-la com Lorde MacBain, um escocês das Terras Altas (olha Outland me vindo a cabeça…). Pena que a noção de “lorde” fora da Inglaterra é totalmente diferente da que nós, amantes de romance de época, temos em mente. Sim, esse lorde em especial é um guerreiro que tenta unir dois clãs escoceses que possuem uma rivalidade antiga.

Lorde MacBain antes de ser um lorde, é um guerreiro escocês, e está longe de ser um cavalheiro. Bons modos e gentileza passam longe dele, ele se comporta como um bruto e todos os temem. Apenas com Johanna ele é delicado, mas não pensem que ele facilita a vida dela. Não, sua demasiada preocupação com a esposa faz com que ela se sinta uma prisioneira em sua própria casa. Se dependesse de MacBain, Johanna passaria seus todos os seus dias descansando, chega a ser fofo se tão exagerado.

A boca de MacBain era firme e quente, e o calor que o beijo apaixonado acendeu fez suas bochechas ficarem rosadas. Ela considerou desvencilhar-se, mas desistiu da ideia. O beijo tornou-se tão envolvente que ela não teve força nem intenção de evita-lo.

Aliás, essa rudeza e brutalidade de lorde MacBain foram as características que mais me encantaram nele, pois para um guerreiro temido por todos, seus pensamentos em relação a Johanna são totalmente destoantes. Ele se preocupa com ela de forma quase obsessiva. Só que não é aquela preocupação obvia de caso pensado, ele meio que age por impulso.

um-amor-para-lady-johanna-pt-2

Aqui é como se tivéssemos um clichê-não-declarado. A história da fera que se apaixona pela bela, mesmo sendo nossa velha conhecida, aqui não é tão clara, já que são tempos muto diferentes dos quais estamos acostumados, onde os fortes comandam os fracos com mão de ferro. A ideia de amor em tais tempos não é essencial, o amor aqui, na verdade, acontece como uma linda coincidência.

Por Johanna ter sofrido tanto no primeiro casamento, pensar que se casar com um bruto faria bem a ela é quase impossível. Mas a história se desenrola de tal forma que o coração do leitor vai sendo conquistado pouco a pouco, assim como as feridas e medos da nossa heroína vão sendo curadas e vencidos.

“A realidade é muito melhor que a fantasia”

E Johanna é tão doce e meiga que me peguei torcendo mais por ela do que por qualquer outro personagem. Só que o que mais temos aqui são personagens apaixonantes, eu queria conhecer todos pessoalmente. O cão que demostra afeto rosnando, o menininho que quer ser amado, o velho sábio que todos pensam ser louco, enfim, cada um tem um papel importante e apaixonante.

Ler essa história que se passa em uma realidade tão diferente da minha me consumiu, fiquei tão agarrada ao livro que quando terminei senti até um vazio. Peguei-me revivendo as cenas do livro muitas vezes, com aquela sensação de ter ligo algo realmente especial. O amor que cresce da convivência relutante entre dois amantes que precisam um do outro sempre faz meu coração bater mais forte e aqui não foi diferente.

– Tem o mesmo nome que o mais elevado dos anjos. Minha mãe me ensinou a rezar ao arcanjo Gabriel. Sabe por que?
– Não, meu amor, não sei por quê.
– Porque é o protetor dos inocentes, o vingador das maldades. Cuida das mulheres e das crianças e é nosso guardião.

Um Amor para Lady Johanna é uma história linda e apaixonante que transporta o leitor para um tempo onde o amor é considerado um luxo para muitos e um sonho para outros, mas igualmente difícil de ser alcançado. Para os personagens, pois eu me apaixonei perdidamente pela história. Até porque amo um história cheia de aventura, homens ciumentos e vilões dignos de contos de fada.

Esse é o primeiro livro que leio da autora Julie Garwood e amei a experiência. A narrativa é deliciosa e a história, como eu já disse incansavelmente, linda da vida. Sem contar que achei a capa super delicada e perfeita para a história. Mandou super bem, Universo dos Livros.

um-amor-para-lady-johanna-pt-1

Um Amor Para Lady Johanna

Uma jovem viúva, um guerreiro sedutor e uma paixão avassaladora

Julie Garwood

Universo dos Livros

Classificação: ★★★★☆(4)

Pra não perder o costume, tem Um Amor para Lady Johanna em promoção aqui:

Livraria da Travessa  Livraria Cultura
Submarino

 Amores, o que vocês acham desse tipo de romance? Contem aqui nos comentários.

Bjos 1000!

Jaque

Jaque

Carioca, casada e apaixonada por livros. Lê de tudo, mas prefere romances.Totalmente Disney Freak, ama tudo que a Disney produz. O apertamento onde mora quase não comporta o tamanho do amor pelos livros (agora compra mais e-books), até porque, metade de mim ama ler e a outra metade está ali com um livro na mão.

"...as lost as Alice as mad as the Hatter"
Jaque

13 Comentários

  1. Carolina Barreto says:

    Oi Jaque! Gostei muito da sinopse e da resenha, achei uma mistura de Seduzida por Um Guerreiro Escocês e Outlander, acho que por se passar em um século mais distante, dá outro toque ao livro e diferencia dos romances de época que estamos acostumadas. Já coloquei na minha listinha (que já está quase infinita, tentar aproveitar a black friday).

    Ps¹: Finalmente li Cilada Para Um Marquês, muito amorzinho esse livro! A Sarah Maclean é uma diva! Ri muito, achei muitas referência a personagens de outras séries dela e acho isso o máximo! Ansiosa pelos próximos!

    Ps²: Agora vou me intrometer um pouco em sua vida literária rsrsrsrs e indicar um livro que eu terminei ontem, de uma autora nacional Raiza Varella, Caçadora de Estrelas, é um romance incrível com várias lições de vida!

    Beijos!

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii minha linda! (ja disse que amo ver seu nome por aqui né?)
      Pra mim foi exatamente assim, só pensava em Outlander (não li Seduzida por Um Guerreiro Escocês 😔) e realmente o fato de ser em um tempo distante faz toda a diferença. Leia sim e venha me contar se você gostou.

      Ah, você leu o meu queridinho Cilada Para Um Marquês! QUE LINDOOOO! Amo tanto aquela lindeza, ainda mais por ter uma frase minha lá na orelha do livro. Ele se tornou mais especial ainda. Fico super feliz por você ter gostado. (dando pulinhos de alegria, com uma perna só)

      Já esta super anotada sua dica de leitura. Muito obrigada, muitos livros lindos da vida que resenhei aqui foram dicas de vocês. Por isso que amo a aéra de comentários aqui do blog.

      Minha linda, muito obrigada por tirar um tempinho pra falar comigo aqui. Amo muito! Obrigada.
      Bjos 1000!

  2. Marina Z.M.A Alves says:

    Jaqueeeeeee,

    Para TUDO e começa a ler outros títulos da Julie. Ela é simplesmente FANTÁSTICA.
    Na minha listinha de melhores livros, os dela estão lá no topo.

    Vou listar alguns aqui em baixo que você PRECISA ler!!!!!!

    1º Esplendor da Honra *****
    2º Meu querido Guerreiro
    3º Desejo Rebelde
    4ª Música das Sombras

    Espero que você curta, assim como eu.

    Bjoss. Adoooro o site!!! Muitos dos livros que comprei recentemente foram baseados nas suas opiniões.

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Marina linda!
      OBAAA! Pode deixar que eu já anotei suas dicas, amei demais a escrita da Julie e estou super interessada em ler mais livros dela sim. Obrigada!

      Agora, olha eu aqui toda boba de felicidade por saber que você curte o nosso cantinho. Muito obrigada mesmo, você me fez sorrir. Obrigada.
      Bjos 1000!

  3. Dayane says:

    Eu também amo livros de época e esse foi a história mais linda que já li. Não havia uma única frase desnecessária e o desenrolar do romance foi cativante.

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Dayane!
      Não é mesmo uma lindeza? Sofri e me emocionei demais também. Super concordo com você.
      Bjos 1000!

  4. Carol Ramalho says:

    Olá!
    Parabéns pela resenha, li o livro e achei fantástico. Simplesmente amei! Sabe me dizer se haverá continuação? Estou louca pela história do irmão de Johanna.

    Beijos!!

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Carol!
      Tem mais um livro da mesma autora lançado, mas não sei dizer se é no mesmo universo do primeiro. Ele se chama Esplendor da Honra. Eu também adoraria mais um livro com a história do irmão dela. Esplendor da Honra está na minha lista de leitura, se for sobre o irmão dela eu te conto.
      Obrigada pelo carinho!
      Bjos 1000!

Deixe um Comentário