25/08/2015

[Teaser] Trecho de The Shadow é liberado

Oiiii Amores!

Olha que coisa mais linda (e hot) do mundo que é esse teaser de The Shadow, segundo livro da série Noites em Florença do nosso amado autor Sylvain Reynard! Passei mal com ele, mas já li umas trocentas vezes de tão apaixonante que é.

Ah, quem não conhece a série, clica AQUI que eu explico tudo sobre ela.

Esse teaser foi traduzido pela fã page linda do facebook, a The Raven Brasil.

Vale lembrar que The Shadow tem previsão de lançamento para fevereiro de 2016 lá fora, mas ainda não temos informações sobre data de lançamento aqui no Brasil. #todosChora

The shadow

Vem morrer de amores também!

Teaser:

“Raven assistiu como William tirava suas roupas de forma eficiente, dobrava ordenadamente cada peça de roupa preta (com exceção de roupa de baixo, que ele nunca usava), e as colocava sobre a cômoda. Ela escovou um fiapo imaginário de seu vestido enquanto ele estava na frente dela, nu.
Ele tinha pelo menos 1,82m de altura, seu corpo magro e forte. Raven demorou um momento admirando a definição de seu peito musculoso e abdômen, e a estrutura musculosa de suas coxas. Nem mesmo uma estátua esculpida pelo escultor mais talentoso poderia criar um ser com tanta perfeição. O rosto dele trazia a sua mente um anjo com intensos olhos cinzentos que agora olhavam para ela com expectativa.
Ela escondeu o rosto. 
– Você disse que me amava.
– Eu disse. E mais do que isso, eu quis dizer isso.
– O amor é uma coisa peculiar. Eu já vi isso. Eu até torci por isso. Mas eu nunca acreditei que era para mim.
– Por que não deveria uma bela e destemida jovem mulher ter a esperança de um amor?
– Porque, como você colocou, os seres humanos são superficiais.
– O amor é profundo. – sua voz vibrante ecoou no banheiro.
– O amor é ter o poder de destruir outra pessoa.
William se aproximou.
– Você tem medo de ser destruída?
– Destruída, consumida, traída.
Ela mexia com o decote de seu vestido. William colocou a mão sobre a dela, acalmando-a. 
– O amor cria; não destrói.
Os lábios dele encontraram o lugar onde o pescoço dela unia-se ao ombro. Ele a beijou demoradamente, traçando com a boca o caminho de sua clavícula à mostra. Os dedos dele roçaram o zíper do vestido dela.
– Permita-me. Ele desabotoou o vestido, deixando-o cair sobre o piso de mármore. O sutiã dela caiu em seguida. Ela estava nua assim como ele. Seus olhos percorreram o corpo dela minuciosamente. Com os dedos pálidos acariciou sua bochecha, boca e pescoço. Suas mãos fortes seguraram seus seios, seu abdômen, e seus quadris. Seus olhos cinzentos encontraram os dela.
– O poder que você descreve é o poder que você tem aqui – ele tocou a testa dela antes de mover a mão para cobrir seu coração – E aqui. É o poder que tem sobre mim. Poder que eu não concedi a ninguém desde que eu deixei de ser humano – ele levou os lábios ao seu ouvido – Seus medos também são os meus.
Com um beijo lento em seu pescoço, ele a levou para o chuveiro, em pé atrás dela debaixo de uma ducha tão grande que parecia chuva tropical. Raven fechou os olhos e levantou o rosto, como uma flor seguindo o sol. A água quente encharcou o cabelo dela e escorria sobre as curvas generosas de seu corpo.
– Eu nunca tomei banho com outra pessoa. O que acontece a seguir?
William pousou as mãos em seus ombros. Ela limpou a água do rosto.
– O que você quiser. Só não me deixe cair.
O olhar de William desceu para a perna direita, que ela estava protegendo.
– A dor é terrível?
– É pior depois de eu ter estado deitada. Às vezes eu caio.
William passou o braço em volta da cintura dela, puxando-a de volta para o seu peito.
– Então eu devo me assegurar de pegar você.
Ela o beijou, passando os dedos pelos cabelos molhados, enquanto a água escorria por seus ombros. Seus movimentos eram carregados de uma avidez que nasce do amor, da afeição e do alívio de lembrar que ela não o tinha perdido. Ele era dela. Mesmo agora, nua, com uma miríade de falhas que poucos homens deixaram passar, ele a abraçou. Ele abraçou suas imperfeições. Ele a amava. Suas mãos frias queimavam sua pele, dedos largos se deslocando sobre seu abdômen e puseram seu traseiro em contato com o que crescia entre os quadris dele. Ela deu-lhe o seu peso e ele se manteve firme, beliscando e lambendo os lábios dela antes de entrar em sua boca. Ele se divertiu com a intrusão por um momento ou dois, em seguida, com um grunhido, ele girou em torno dela, pressionando seus peitos juntos.
Raven olhou nos olhos cinza ardente.
– Você está certa?
Ela assentiu com a cabeça.
– Eu preciso de suas palavras, Raven. Eu preciso saber que você quer isso.
– Eu quero você.
Ele tomou sua boca, sua língua alternadamente penetrando e recuando em um ritmo sensual. Ela inclinou a cabeça, recebendo-o, enquanto a água continuava a cair. Mãos percorriam a pele lisa, enquanto a parte inferior dos seus corpos se alinharam. Ela tocou-lhe o pescoço, os ombros, bíceps, segurando-os firmemente em um esforço para permanecer na posição vertical. William não era um amante manso. Em seus braços, ela sentiu seu controle, seu
desejo, e a guerra que se travou entre os dois. Mas ele nunca a prejudicaria e sempre focou sua atenção em dar prazer antes de tomá-lo. Normalmente mais de uma vez.
– Você é um sonho – ela suspirou. – Um sonho de amor que eu nunca pensei em ter.
Seus olhos ardiam nos dela. Sem aviso ele a levantou, puxou suas coxas e as colocou em torno de seus quadris. Ele abaixou a boca para seus seios, degustando e provocando antes de sugar gotas de água de sua carne ardente. Ela colocou os braços em volta do pescoço, sentindo-o ansioso entre suas pernas. Ele a ergueu mais alto, mãos abaixo de sua parte traseira, certificando-se de que estava corretamente alinhado.
– Respire – ele comandou, com os olhos maçantes para os dela.
Ali estava o vampiro orgulhoso e poderoso, oscilando à beira do controle. Ele mostrou os dentes como se por instinto e seu peito retumbou.
– Só não me quebre – ela sussurrou, empurrando uma mecha de cabelo loiro de sua testa.
A expressão de William se tornou ainda mais feroz.
– Eu não vou quebrar você. Seja lá qual for o mal que eu trouxer para você, eu me comprometo a curar.
Ele engoliu sua resposta com o seu beijo. Então, com um único golpe entrou nela. Seus beijos eram tão ferozes quanto seus movimentos enquanto empurrava para dentro e se retirava, mais e mais. Seu aperto no traseiro dela intensificou-se quando ele a levantou e a moveu em um concerto com o seu próprio movimento. Raven se agarrou a ele, sua mão arranhando a parte inferior das costas para que ela pudesse estimulá-lo a ir mais profundo. Não que ele precisasse do incentivo. Seus seios roçavam o peito, o atrito provocante e excitante.
Ela ignorou o jato quente da água, o cheiro de sabonete de William, e o desconforto persistente na perna e no tornozelo. Seu foco era a sensação quando ele a trouxe rapidamente para a beira do orgasmo. Antes que pudesse sinalizar o quão perto estava, ela chegou ao clímax, sua mão apertando o pescoço dele enquanto jogava a cabeça para trás. William continuou seu ritmo até que ela terminou, sua boca caindo para os seios, puxando um deles na boca. Quando abriu os olhos, ela o encontrou olhando para ela com avidez.
– Eu apenas comecei – ele murmurou. – Respire.”

Chega logo, fevereiro!

Jaque

Jaque

Carioca, casada e apaixonada por livros. Lê de tudo, mas prefere romances.Totalmente Disney Freak, ama tudo que a Disney produz. O apertamento onde mora quase não comporta o tamanho do amor pelos livros (agora compra mais e-books), até porque, metade de mim ama ler e a outra metade está ali com um livro na mão.

"...as lost as Alice as mad as the Hatter"
Jaque

10 Comentários

  1. anna says:

    Chegue, logo, fevereiro!!!! Amei o livro um e mal posso esperar pelo dois!!!!! Obrigada pela notícia, Jaque.

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiiii Anna, minha lindinha!
      Essa é a vibe! Contando os segundos para chegar logo fevereiro! \o/
      Bjos 1000!

  2. Nesca says:

    Amei o livro ,estou aqui morrendo de curiosidade para os próximos, queria saber se ela se transforma em vampira

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Nesca!
      É lindo demais da conta mesmo né?!
      Já saiu a resenha dele aqui no blog. Já viu?
      Bjos 1000!

  3. Mari says:

    Acabei de conhecer e lêr os livros 0.5 e 1 da serie noites em florença e estou completamente apaixonada pela série.
    Passou fevereiro e ainda nada do proximo livro, pelo menos ainda não o encontrei… Mal consigo me conter para lêr o próximo, espero que não demore.
    Beijos da mais nova viciada em Noites em Florença.
    😍

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Mari, minha linda!
      Amo falar com as apaixonadas por essa série maravilhosa. Infelizmente ainda não temos data de lançamento de The Shadow aqui no Brasil. Esperamos que saia ainda este semestre. Eu já li, e tem resenha dele aqui no blog, e olha, é muito perfeito!
      Amei sua mensagem.
      Bjos 1000!

  4. Angela Assis says:

    Meeuuu paaaaiiii! É de tirar o fôlego! Adoro Sylvain Reynard! Li todos os seus livros e sempre procuro novos trabalhos dele para acompanhar! Estou traduzindo The Shadow e é maravilhoso! Bjs pra vc. Seu blog é muito bom!!!!!!!

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Angela!!!!
      Minha linda, somos duas compartilhando esse amor pelo querido SR. Também leio tudo que ele escreve, é mais forte que eu. rsrsr
      Muito obrigada pelo carinho, sua mensagem me deixou muito feliz.
      Bjos 1000!

  5. Ana says:

    Obrigada…obrigada..obrigada!!!
    Precisava desse pedacinho pra esperar até outubro😉
    #rezandoaquipraseroutubromesmo.

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Ana!
      De nada! De nada! De nada!
      Pode ter certeza de que estamos juntas esperando o livro em português! Quero uma desculpa pra ler de novo. rsrsrs
      Amei seu comentário.
      Bjos 1000!

Deixe um Comentário