12/03/2015

[Resenha] Uma Noite de Amor – Mary Balogh

Oi gente!!

Então vamos lá… primeiro post…. Ufa, consegui!!!
Estava louca para compartilhar com vocês esse novel e as minhas impressões a respeito de Neville e Lily. Não consegui esperar até chegar em casa para começar a escrever. Advinham onde estou?! Isso mesmo no metrô…rsrsrs. Uma Noite de Amor é o primeiro de três novels que precedem a série Os Bedwyns, esta composta por seis livros, de Mary Balogh.

Sinopse:

Uma noite de amor

Numa manhã perfeita de maio… Neville Wyatt, conde de Kilbourne, aguarda a sua noiva no altar. Mas, para espanto geral, em vez da bela jovem que todos conhecem aparece uma mendiga andrajosa. Perante a nata da aristocracia, o perplexo conde olha para ela e declara que é Lily, a sua mulher!

Ao olhar para aquela que em tempos desposou, que amou e perdeu nos campos de batalha de Portugal, ele compromete-se a honrar o seu compromisso… apesar do abismo que agora os separa.

Até que Lily fala com franqueza… E afirma querer começar de novo… e que Neville a ame verdadeiramente. Para isso, sabe que terá de estar à altura das expectativas dele, o que a leva a aceitar ser dama de companhia da sua tia e aprender as boas maneiras. A determinada Lily rapidamente conquista a admiração da alta sociedade, demonstrando ser uma condessa à altura do seu conde.

Por seu lado, Neville está disposto a tudo para provar à sua formidável mulher que o que sentiu por ela no campo de batalha foi muito mais que desejo, muito mais do que o arrebatamento de… Uma noite de amor.

 

Quando comecei a ler esse novel logo me apaixonei pela linda história de amor entre Neville e Lily. É um romance envolvente, cativante e totalmente fora dos padrões que a época exigia. Ele um homem da alta sociedade, envolto a numerosos costumes e obrigações, que em um momento de rebeldia com seu pai resolveu alistar-se no exército. Ela uma jovem inocente, corajosa e apaixonada, que desde sempre acompanhava seu querido pai, um sargento do exército pra onde quer que ele fosse.
A guerra fez com que Neville e Lily compartilhassem muitas experiências juntos, e durante algum tempo a amizade entre eles foi o suficiente para enfrentar as dificuldades que existiram. Em um momento de profunda dor, Neville vê surgir uma oportunidade de ter Lily para sempre ao seu lado. Mas a guerra pode ser cruel para os apaixonados.

“E então ela cruzou a soleira e apareceu diante da vista de todos os reunidos na igreja. Exceto que estava sozinha e não estava vestida como uma noiva, mas sim como uma mendiga.”

Durante algum tempo Lily acredita que o amor entre eles será suficiente para mantê-los juntos. Entretanto, ela mesma admite que precisará de uma certa dose de coragem para seguir adiante e descobrir realmente que é, e que suas incertezas e inseguranças não afetaram o amor de Neville por ela, sua Lily.

“De repente, perguntou-se a si mesma se só teria imaginado que, em uma ocasião, durante uma breve noite, produziu-se um glorioso florescer do amor… estranhamente misturado com o pesar pela morte
de seu pai. As duas emoções que tinha compartilhado com este homem, este estranho que era seu marido. O amor, ou algo que, às vezes, recebia o nome de amor, foi tão horrível a partir daquela noite que era difícil acreditar que pudesse ser algo bonito. Mas o tinha sido. Uma vez. Uma única vez em sua vida. Com ele, com o lorde Newbury. Com Neville. Tinha sido a experiência mais bela de toda sua vida. Todo o amor que entesourava secretamente em
seu coração desde que o viu pela primeira vez tinha culminado naquela noite de paixão carnal. E acreditou sentiu que era um amor compartilhado, embora depois tenha aprendido que os homens eram capazes de paixão sem sentir nem um pouquinho de amor. Inclusive eram até capazes de murmurar palavras carinhosas.Tinha imaginado que Neville sentia as duas coisas aquela noite? Tinha imaginado devido à sua inocência ou à necessidade que sentiu, nos meses que se seguiram a àquela noite, de acreditar que uma vez, por uma única e curta noite, tinha amado um homem que por sua vez a havia amado?”

Gente, sinceramente eu gostei da história deles. Principalmente pela coragem de Lily, que passou por muita coisa até reencontrar seu amado. Ainda mais porque na época em que a história acontece existe todo um roteiro a ser seguido à risca.
Entretanto, se fosse um livro muito longo, creio que não seria muito interessante, até porque ninguém gosta de ver o sofrimento da mocinha. Mas na minha o opinião final poderia ter sido mais explorado.

Apesar do título estar em português, esta é a versão em português de Portugal. Uma Noite de Amor ainda não tem publicação no Brasil, mas por aqui, a editora Arqueiro comprou os direitos de publicação da série Os Bedwyns e já publicou o primeiro livro, Ligeiramente Casados.

 

Uma Noite de Amor

Os Bedwyns Prequels, livro 1

Mary Balogh

Editora ASA

Classificação: ★★★ (3)

 

Você encontra Ligeiramente Casados em oferta aqui:

 

Gostou, é só curtir e compartilhar aqui em baixo!

Luciana

Luciana

Carioca, farmacêutica por obra do destino, louca por chocolate, café, BSB, canetas (confesso que tenho uma compulsão por elas) e apaixonada por livros. Devido a falta de tempo livre para me dedicar a leitura, em especial aos romances, por conta do trabalho, da pós-graduação e do inglês, tornei-me uma leitora de metrô assumida.
Luciana

4 Comentários

  1. Nesca says:

    Oi esse é o meu livro favorito, sabe se vai ser lançado no Brasil, como eu compro no Português de Portugal MSM, sou louca para ter esse livro

    • Jaque
      Jaque says:

      Oiii Nesca!
      Ainda não temos nenhuma informação sobre a publicação dele por aqui… A Lu comprou ele pela internet, Amazon, se não me engano, mas já tem muito tempo.
      Bjos 1000!

Deixe um Comentário